Serviço de monitoramento e sua importância para o ambiente empresarial - Blog - mcpbrasil

Serviço de monitoramento e sua importância para o ambiente empresarial

Como o monitoramento de serviços ajuda pequenas e grandes empresas a manter seus negócios funcionando

Monitorar serviços para aumentar a disponibilidade não é algo novo. Muito pelo contrário! As grandes empresas de Telecom monitoram suas redes e serviços a muito tempo.

Esse vídeo mostra um tour pelo Centro de Operações de Rede da AT&T em 1979:

O objetivo do monitoramento sempre foi o mesmo: manter funcionando os serviços o maior tempo possível através da prevenção de problemas.

Cada vez mais, os ambientes de TI das corporações se tornam mais complexos. Com o advento da virtualização, o número de servidores cresceu exponencialmente, visto que as limitações de hardware e espaço físico deixaram de ser um problema. A poucos anos, era comum ver servidores executando múltiplas funções: "Esse aqui é meu controlador de domínio do Active Directory, servidor SQL e Servidor Exchange. Ahhh... tem uma aplicaçãozinha rodando no IIS aí também." Hoje em dia, cada serviço funciona em sua máquina virtual.

Ao mesmo tempo que esse movimento trouxe maior flexibilidade para disponibilizar aplicações e serviços para os usuários, trouxe uma maior complexidade para o seu monitoramento. Se trata de aritmética básica, quando mais servidores você tem, mais olhos você precisa para conseguir identificar e interpretar os sinais de algo não vai bem com uma aplicação.

O serviço de monitoramento proporciona isso. Com olhos atentos a problemas potenciais em servidores e serviços do ambiente, é possível executar ações que impeçam uma indisponibilidade. O monitoramento observa as variações e tendências dos principais contadores de desempenho, e consegue determinar problemas como uso excessivo de CPU, anomalias na utilização de rede, baixa disponibilidade de memória e espaço disponível em disco. Esse último, é um exemplo clássico de algo que pode derrubar um serviço de rede. Se, por exemplo, uma aplicação começar a criar logs no disco C:\ de um servidor de forma anômala, o mais provável é que se ninguém estiver olhando, o espaço em disco irá simplesmente acabar. O sistema operacional não funciona sem espaço em disco no volume onde ele está instalado. Indisponibilidade certa!

Um outro aspecto são os relatórios. Ao final de cada ciclo, o gestor recebe relatório de desempenho dos serviços monitorados. Isso permite que ele consiga acompanhar as tendências de utilização de seus recursos e programar atualizações ou redistribuições de recursos que sejam necessárias. Por exemplo, um gestor de uma determinada aplicação, pode identificar que a média de uso de processamento nos horários de pico dos servidores que compõe a sua aplicação é de 60%. Se ele prevê um crescimento de 100% dos usuários nos próximos meses, é provável que necessitará de mais recursos de processamento. O contrário também é verdade. Ele pode notar que um servidor tem uma média de 90% de memória disponível no horário de pico. Então pode realocar a memória destinado a esse servidor para um outro.

Veja o vídeo sobre o serviço de monitoramento da mcpbrasil:

 

Compartilhe esse artigo:
comments powered by Disqus